Barbara Araujo

é professora de história e doutora em História Social pela Universidade Federal Fluminense.

Lélia Gonzalez, intérprete do capitalismo brasileiro

Como intelectual-militante pioneira do feminismo negro no mundo, Léila Gonzalez ofereceu uma fértil perspectiva para compreender a formação contraditória do capitalismo dependente. Seu legado, invisibilizado na academia, nos ajuda a pensar a tripla opressão de raça, gênero e classe em nosso continente.