Jacobin Brasil: Marx & Companhia

R$40,00

AUTORES: Allende Renck, André Pagliarini, Alvaro Bianchi, Adrienne Pine, Benjamin Fogel, Ben Cowan, Daniela Mussi, Douglas Rodrigues Barros, Esther Dweck, Enzo Traverso Gabrielle Nascimento, Guilherme Ziggy, Jones Manoel, James Hermínio, Lincoln Secco, Sonia Guajajara, Isabel Loureiro, Rafael Limongelli, Sabrina Fernandes e Samuel Silva Borges.
ISSN: 2675-0031
ANO: 2019
CAPA: Catarina Bessell
PREPARAÇÃO: Lívia Lima
DIREÇÃO DE ARTE: Elisa von Randow, Julia Masagão
DESIGN GRÁFICO: Rodrigo Corrêa
PRODUÇÃO GRÁFICA: Lilia Góes
REVISÃO FINAL: Mariana Serafini
TRADUÇÃO: Everton Lourenço
PÁGINAS: 140

A revista Jacobin é uma voz destacada da esquerda radical no mundo. Agora, em português, contribui no Brasil para uma perspectiva socialista na política, economia e cultura. Você pode adquirir o exemplar avulso ou dentro do nosso pacote de assinaturas com esta edição especial inclusa e a próxima que será lançada no segundo semestre de 2020.

Odeio os indiferentes. Como Friederich Hebbel acredito que “viver significa tomar partido”. Não podem existir os apenas homens, estranhos à cidade. Quem verdadeiramente vive não pode deixar de ser cidadão, e partidário. Indiferença é abulia, parasitismo, covardia, não é vida. Por isso odeio os indiferentes.ANTONIO GRAMSCI

Categoria: Tag:
Descrição

AUTORES: Allende Renck, André Pagliarini, Alvaro Bianchi, Adrienne Pine, Benjamin Fogel, Ben Cowan, Daniela Mussi, Douglas Rodrigues Barros, Esther Dweck, Enzo Traverso Gabrielle Nascimento, Guilherme Ziggy, Jones Manoel, James Hermínio, Lincoln Secco, Sonia Guajajara, Isabel Loureiro, Rafael Limongelli, Sabrina Fernandes e Samuel Silva Borges.
ISSN: 2675-0031
ANO: 2019
CAPA: Catarina Bessell
PREPARAÇÃO: Lívia Lima
DIREÇÃO DE ARTE: Elisa von Randow, Julia Masagão
DESIGN GRÁFICO: Rodrigo Corrêa
PRODUÇÃO GRÁFICA: Lilia Góes
REVISÃO FINAL: Mariana Serafini
TRADUÇÃO: Everton Lourenço
PÁGINAS: 140

A revista Jacobin é uma voz destacada da esquerda radical no mundo. Agora, em português, contribui no Brasil para uma perspectiva socialista na política, economia e cultura. Você pode adquirir o exemplar avulso ou dentro do nosso pacote de assinaturas com esta edição especial inclusa e a próxima que será lançada no segundo semestre de 2020.

Odeio os indiferentes. Como Friederich Hebbel acredito que “viver significa tomar partido”. Não podem existir os apenas homens, estranhos à cidade. Quem verdadeiramente vive não pode deixar de ser cidadão, e partidário. Indiferença é abulia, parasitismo, covardia, não é vida. Por isso odeio os indiferentes.ANTONIO GRAMSCI

Você também pode gostar de…