Press "Enter" to skip to content
Nossas três primeiras edições.

Por que publicamos

POR

Na semana passada publicamos o milésimo artigo online e já contamos, em 2 anos e meio, com mais de 100 mil leitores mensal. Se você acredita que a classe trabalhadora seja um agente de mudança radical no capitalismo, gosta do trabalho da Jacobin Brasil e quer ajudar a construir uma alternativa socialista frente aos magnatas da mídia, apoie-nos.

Na semana passada Jacobin Brasil publicou seu milésimo artigo online. Entre originais, traduções e velhos clássicos do pensamento socialistas, foram mil textos disponibilizados de forma totalmente gratuita – acessados por cerca de 1 milhão e 200 mil usuários únicos.

Nesses 2 anos e meio de atividade do site, já foram mais de 7,5 milhões de pageviews – agora por volta de 100 mil ao mês. São 45,5 mil seguidores no twitter e 33 mil no Instagram. Tudo feito por uma equipe muito pequena, sem grana, ainda dependendo bastante de trabalho militante – como o meu e dos camaradas na brigada de tradutores.

Ressalto o “sem grana” porque o dinheiro que entra na Jacobin é pouquíssimo. Ao contrário do que alguns pensam, recebemos 0 (zero) da matriz, não temos nenhum mecenas (infelizmente) e toda a operação é custeada pela venda de revistas e por pequenas ajudas das fundações dos partidos de esquerda. Só.

A revista impressa obviamente é cara, porque ela é uma material de altíssima qualidade, e portanto acaba sendo caro fazê-la. Mas é a venda dela que permite a nossa redação publicar centenas de artigos lidos gratuitamente por centenas de milhares de pessoas. Quem paga a revista torna isso possível.

Portanto, se você gosta do trabalho da Jacobin Brasil e quer que ele continue existindo, faça uma assinatura ou doação, ou compre a revista avulsa, dê ela de presente para pessoas queridas, ou jovens que estejam iniciando um processo de politização. É um produto bonito e, ao mesmo tempo, garante a continuidade do projeto.

Nosso compromisso político é simples e explícito: levantar a bandeira do socialismo, contribuir para a formação de uma cultura socialista vibrante e popular, apresentar de maneira acessível e didática uma mensagem anticapitalista e uma análise de classe para o nosso tempo.

Nossa abordagem é “ecumênica”.  Não estamos ligados a nenhuma organização. Já publicamos militantes do PT (várias correntes), PSOL (várias correntes), PCB, PCdoB, UP, independentes, autonomistas e socialistas libertários, abraçando a diversidade da tradição socialista.

Como coloca Bhaskar Sunkara, fundador da Jacobin:

“Nós, como muitos antes de nós, vemos a classe trabalhadora como um agente de mudança. Embora a classe trabalhadora seja diversa e esteja dividida, é ela quem pode ainda sacudir a jaula capitalista e obter ganhos reais. Como socialistas, acreditamos que a luta de curto prazo por reformas pode não apenas ajudar milhões de pessoas que sofrem hoje, mas também colocar os trabalhadores em uma posição melhor para conquistar demandas mais radicais no futuro. Isso não significa que a luta aconteça em um ritmo constante ou em linha linear – haverá grandes reviravoltas e rupturas no caminho para uma sociedade socialista –, mas significa que levamos a sério o encontro entre pessoas comuns, militantes e movimentos onde eles estejam.

Publicamos artigos que revelam a verdade sobre o capitalismo: um sistema baseado na exploração e na degradação do espírito humano. A maioria dos nossos posts diários não parece ir mais afundo do que isso. Mas também temos uma visão de um mundo após o capitalismo, construído a partir da riqueza e abundância ao nosso redor. Queremos estender radicalmente a democracia em esferas que o liberalismo sempre se esquivou – o domínio social e econômico – e desafiar a propriedade privada a fim de promover o tipo de coletivismo que pode criar condições reais para o florescimento individual.”

O ano de 2022 será politicamente crucial. Queremos publicar mais e melhor, contribuir para o debate programático e estratégico da esquerda, e mobilizar a história do pensamento brasileiro (e das lutas do povo brasileiro) para a reconstrução de um horizonte socialista palpável.

Se você gosta do trabalho que a Jacobin Brasil tem feito e acha que pode contribuir em algo para isso, entre em contato com a gente. Vamos precisar de toda a ajuda possível. Queremos ouvir dicas, críticas camaradas e sugestões de como fazer melhor. Precisamos de vocês.

Sobre os autores

é professor da Universidade Federal do ABC e diretor de desenvolvimento da Jacobin Brasil.

Cierre

Arquivado como

Published in América do Sul, FIXO, Imprensa, Notícia and Política

DIGITE SEU E-MAIL PARA RECEBER NOSSA NEWSLETTER

2019 © - JacobinBrasil. Desenvolvido por Estudio Dos Ríos & Dobke | Mantido por PopSolutions.Co
WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux