Nicole M. Aschoff

faz parte do conselho editorial da Jacobin. Ela é autora dos livros "The New Prophets of Capital e The Smartphone Society: Technology, Power" e "Resistance in the New Gilded Age", prestes a ser publicado.

As empresas te matariam, literalmente, para obter mais lucro

A Coca-Cola matou sindicalistas na América Latina. A General Motors construiu veículos conhecidos por se auto incendiarem. As empresas de tabaco esconderam as pesquisas sobre o câncer. E a Boeing sabia que seus aviões eram perigosos. As empresas não se importam se matam pessoas – desde que seja lucrativo.

O problema não é a globalização — é o capitalismo

A extrema-direita dominou as redes com uma visão crítica à globalização neoliberal. É chegada a hora de um novo internacionalismo, verdadeiramente progressista, que coloque solidariedade entre os povos, preservação do meio ambiente e justiça social acima dos lucros corporativos.

A sociedade do smartphone

Assim como o automóvel definiu o Século XX, o smartphone está reformulando como nós vivemos e trabalhamos hoje em dia.

Um anticapitalista convicto até o fim

O falecido intelectual Immanuel Wallerstein nos deixou uma mensagem importante: embora seja urgente a necessidade de elegermos líderes progressistas, as soluções para os males do capitalismo não serão encontradas em um único país.

O fetiche do livre-mercado

O “capitalismo consciente”, embora atraente em alguns aspectos, não é uma solução para a degradação ambiental e social que acompanha o sistema de produção voltado ao lucro.